Economia
Publicada em 03/06/24 às 17:01h
Agricultores nortenses sofrem perdas nas lavouras de cebola e arroz
Todo este prejuízo gera um impacto significativamente na economia nortense. Em São José do Norte, o comércio sobrevivi sobre a produção do campo.

Carlos Dias - Redação TV Clube

 (Foto: Internet)

A condição climática adversa já vem desde de julho de 2023, com ciclone, chuvas excessivas e cheias que acabaram afetando a safra 2023/2024 de cebola e diversas outras hortaliças. O Conselho de Produção se reuniu dia 27 de maio para começar o levantamento de todas as perdas que ocorreram no município. Os presidentes de associações e cooperativas levaram informações sobre prejuízos sofridos nas localidades do interior. 

Foram estimadas, perdas de 30% a 40% na produção de cebola, uma redução de 15 a 20 milhões de quilos, prejuízo de mais de 1000 quilos de sementes de cebola. Além de 20% na produção de arroz, muitas áreas de plantio não puderam ser colhidas, em torno de 400 hectares. 

A pecuária também foi afetada devido às cheias em áreas costeiras da Lagoa dos Patos. Atualmente o município tem a criação de 50 mil cabeças de gado, e tem uma estimativa de 5 a 10 mil afetadas com as cheias nas zonas ribeirinhas. 

A pesca também sofreu com o excesso de chuva com a água doce, houve perdas na safra de camarão, corvina e tainha. Além da destruição de atracadouros e danos às embarcações.

Todo este prejuízo gera um impacto significativamente na economia nortense. Em São José do Norte, o comércio sobrevivi sobre a produção do campo.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:












Hora Certa

Estatísticas
Visitas: 228901 Usuários Online: 5


Converse conosco pelo Whatsapp!
TV CLUBE WEB São José do Norte - RS
Copyright (c) 2024 - TV Clube SJN - Notícias de São José do Norte - Todos os direitos reservados